...

Finalmente revelado o projeto da primeira “cidade flutuante” do mundo

por Taina Bueno

O primeiro protótipo do mundo de uma comunidade flutuante resiliente e sustentável foi revelado neste mês com novas imagens, e a construção está prevista para começar em 2023.

O projeto está sendo proposto pela ONU-Habitat (Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos), pela empresa de “tecnologia azul” Oceanix e pelo porto sul-coreano de Busan.

Com o nome de Oceanix Busan, a cidade será construída na Coreia do Sul e prevê três bairros insulares conectados com uma área de 6,3 hectares e uma população de 12.000 habitantes.

A cidade seria alimentada por painéis fotovoltaicos flutuantes e no telhado, e teria como objetivo ter sistemas de circuito fechado para reciclar resíduos e água.

O UNU-Habitat observou em um comunicado à imprensa que 90% das cidades costeiras do mundo são vulneráveis ​​ao aumento do nível do mar e que uma resposta pode ser realocar distritos ameaçados para plataformas flutuantes.

Na proposta da Oceanix Busan, cada uma das ilhas é projetada para um propósito específico – moradia, pesquisa e hospedagem – e estão conectadas umas às outras e ao continente por meio de pontes.

The idea of a floating city may sound like a concept from the latest science fiction blockbuster. But it's set to become a reality in Busan, South Korea, where scientists backed by the UN are building the world's first prototype floating city
Plataformas flutuantes. Fonte: BIG-Bjarke.

UN-Habitat and partners unveil OCEANIX Busan, the world’s first prototype floating city
Inicialmente a proposta é de três plataformas, mas com potencial de expansão para mais de 20 plataformas ao longo do tempo. Fonte: ONU-Habitat/Divulgação.

Embora cada bairro de 30.000 a 40.000 metros quadrados seja de uso misto, também será projetado para servir a um propósito específico. Haverá um para morar, um para pesquisa e uma plataforma de hospedagem para visitantes.

O protótipo mostra grandes jardins e estufas para cultivar alimentos e criar ambientes com temperatura controlada.

UN-Habitat and partners unveil OCEANIX Busan, the world’s first prototype floating city
Todas as estruturas construídas na cidade serão mantidas abaixo de sete andares para criar um centro de gravidade baixo e resistir ao vento, de acordo com a Oceanix. Fonte: ONU-Habitat/Divulgação.

A Oceanix Busan será projetada para gerar 100% de sua energia operacional necessária e terá sistemas locais para tratamento de água, reciclagem e agricultura urbana.

A construção da cidade flutuante está estimada em US$ 200 milhões e deve ser concluída até 2025.

Veja mais sobre essa cidade no vídeo do Canal da Engenharia:

Fontes da notícia: DailyMail e Global Construction Review.

Imagem de capa: ONU-Habitat.

Você pode se interessar por

Deixe uma resposta

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00