...

Edifício Prestes Maia, maior ocupação vertical do Brasil, será reformado

por Taina Bueno

Prefeitura estima que obra poderá ser iniciada por volta de abril, com uso de recursos municipais em projeto executado por empresa contratada por organização ligada a movimento social.

A reforma do Prestes Maia é esperada para iniciar por volta de abril, com a retomada de um projeto travado com o fim do Minha Casa, Minha Vida.

Agora, a expectativa das lideranças da ocupação e da Prefeitura de São Paulo é que a obra seja viabilizada pelo Pode Entrar, novo programa habitacional do Município, criado no fim de 2021, pelo qual os recursos seriam municipais, enquanto o projeto e a execução de responsabilidade do Movimento de Moradia na Luta por Justiça (MMLJ).

A estimativa é de que R$ 40 milhões a R$ 50 milhões sejam gastos para transformar o edifício, desapropriado em 2015 do proprietário (que acumulava anos de dívidas de IPTU), em um condomínio de 287 apartamentos.

Segundo a Secretaria Municipal de Habitação, alguns trâmites burocráticos ainda são necessários, mas a expectativa é de que o retrofit seja o primeiro do programa, que utilizará recursos do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb), modificado por lei em 2019 para liberar a aplicação na construção de unidades.

Com a possibilidade próxima da obra, o edifício vive um esvaziamento, segundo o MMLJ, responsável pelo espaço.

Grande parte dos moradores vai para outras ocupações, onde permanecerão de 1 ano e meio a dois anos, durante a obra, e, depois, poderão voltar. Durante o período, no entanto, não terão acesso a nenhum auxílio de moradia municipal.

Hoje, apenas 8 dos 23 pavimentos têm moradias, com cerca de 50 das mais de 400 famílias que teriam vivido simultaneamente no local.

As novas saídas têm levado a remanejamentos internos para trazer a população para os andares mais baixos, já que não há elevadores. Para moradores com dificuldade de locomoção, por exemplo, a descida e subida somente são possíveis com o apoio físico de vizinhos.

Veja fotos do edifício atualmente:

Fonte da notícia: Priscila Mengue para Estadão.

Imagem de capa: EPA/FERNANDO BIZERRA JR.

Você pode se interessar por

Deixe uma resposta

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00