Pesquisadores da Suíça criam espuma impressa em 3D para reduzir uso de concreto em edifícios

por Canal da Engenharia
1.405 views

Uma equipe do departamento Digital Building Technologies (DBT) do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça, juntamente com a empresa de isolamento renovável FenX, criaram uma alternativa ao concreto: um tipo de espuma para impressão em 3D.

A espuma temporária ou permanente é feita a partir de resíduos reciclados e pode ser impressa em formas únicas, mais leves e com melhores propriedades de isolamento do que o concreto normal.

Um protótipo é descrito pelo departamento como seguindo a geometria de uma laje nervurada de 2 metros por 1,3 metros e com pontos de apoio em cada canto, com a espuma seguindo linhas que imitam o padrão de tensão principal.

Após a instalação, a espuma impressa pode ser reutilizada em aplicações semelhantes ou até reciclada.

A espuma é impressa usando um braço robótico e depois colocada manualmente no concreto reforçado com fibras. Após um período de cura, a fôrma de madeira é removida do protótipo e o elemento estrutural do edifício é concluído.

A espuma permite a fabricação de elementos geometricamente complexos que antes eram inviáveis ​​e desperdiçados para produzir com métodos convencionais.

Futuramente, os pesquisadores poderão testar o novo tipo de material em edifícios reais, ajudando a minimizar o uso do concreto e contribuir com a descarbonização da construção civil.

Fonte:

Zurich university uses 3D printed foam as concrete replacement. Global Construction Review. 10 de janeiro, 2022.

Você pode se interessar por

Deixe uma resposta