...

O primeiro termômetro que pode medir a produção de calor de ‘qualquer edifício do planeta’

por Blog do Canal

A startup com sede em Londres, Satellite Vu, está lançando um novo satélite, o HotSat-1, para ajudar a enfrentar os efeitos das mudanças climáticas globalmente.

“Estamos introduzindo o primeiro termômetro no céu. A Satellite Vu está lançando uma constelação de oito satélites que podem medir a produção de calor de qualquer edifício do planeta”, disse o CEO da startup, Anthony Baker.

De acordo com a BBC, o HotSat-1 foi projetado para ter a resolução de ver telhados e paredes individuais enquanto voa a uma altitude de 500 quilômetros.

Seu sensor infravermelho foi desenvolvido com fundos das agências espaciais do Reino Unido e da Europa.

Enfrentando as mudanças climáticas

Com o compromisso do Reino Unido de se tornar líquido zero até 2050, o país está implementando mudanças de infraestrutura para acelerar o processo devido ao seu estoque habitacional ineficiente e a uma esmagadora maioria das casas construídas antes de 1970.

A invenção tem o potencial de economizar custos de combustível doméstico se a habitação tradicional do Reino Unido for adaptada de acordo.

Exemplo de um mapa de calor de uma siderúrgica francesa: os dados podem ser usados para estimar a produção da usina. Imagem de: Satellite Vu.

O satélite está equipado para identificar estruturas e espaços abertos que agravam o efeito de ilha de calor urbano, incluindo grandes parques de estacionamento em centros comerciais.

Essas habitações podem aumentar significativamente a temperatura em vilas e cidades.

Como resultado da identificação de estruturas que contribuem para o aumento das temperaturas, os planejadores podem ter uma ideia de onde plantar árvores e resfriar o ambiente, disse a BBC.

Esquerda: Visão infravermelha aérea de casas; dados resolvidos para simular HotSat-1. Direita: Propriedades classificadas por sua eficiência energética. Imagem de: Satellite Vu.

Fontes: Interesting Engineering e BBC.

Você pode se interessar por

Deixe uma resposta

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00