...

China está testando um novo trem Maglev “suspenso” em trilhos com imã permanente

por Taina Bueno

Conforme relatado pelo South China Morning Post, a China começou a testar o primeiro Maglev suspenso: um “sky-train” ou “trem do céu”, como está sendo chamado, que corre sob seus trilhos e “flutua” sem a necessidade de energia, graças a uma nova abordagem e ímãs.

Este trem e a estrutura azul que o transporta estão sendo testados em um trecho de 800 metros construído em Xingguo, na província de Jiangxi.

Segundo a mídia estatal chinesa China Central Television, a máquina é constantemente levantada e avança pela força de ímãs enriquecidos com as “terras raras”– um material do qual o país não carece.

Os imãs de terras raras pertencem a última geração de imãs desenvolvida: eles são fabricados a partir das terras raras (grupo dos lantanídeos), neodímio e praseodímio, com metal de transição, ferro, cobalto e o boro.

Como funciona

A China na verdade já está bastante avançada no campo dos trens de levitação magnética, conhecidos como “Maglev”.

No início de 2021, o país apresentou em Qingdao (província de Shandong) o protótipo de um dispositivo que, segundo Pequim, poderá atingir a louca velocidade de 620 km/h, enquanto outra máquina em desenvolvimento em Datong (província de Shanxi) visa 1.000 km/h, a velocidade de um avião.

Sky-train. Imagem de: South China Morning Post.

Como observa o diário, esses grandes projetos, no entanto, exigem que uma grande quantidade de eletricidade seja levantada e depois movida, gerando um campo eletromagnético poderoso o suficiente para perturbar o ambiente direto das linhas.

No entanto, o novo trilho desenvolvido e sendo testado é diferente: a presença de terras raras – neodino em particular – nos ímãs destes trilhos, como no “braço” que segura o vagão, permite que ele flutue sem nenhum atrito ou entrada prévia de energia.

Esta flutuação natural torna-o imediatamente mais econômico em termos de eletricidade do que os seus concorrentes.

Outra vantagem é que essas terras raras tornam essa levitação permanente, que não perdem seu magnetismo com o tempo.

Sky-train: trilhos e estação teste. Imagem de: Xingguo.gov.

Os ímãs permanentes fornecem suas forças magnéticas 24 horas por dia, 7 dias por semana, de graça – desde que você possa pagar os metais de terras raras necessários para torná-los ímãs permanentes em primeiro lugar.

Nesse ponto, a China tem quase 40% de todas as reservas conhecidas de elementos de terras raras do mundo – duas vezes mais que seu vizinho Vietnã em segundo lugar.

Também extrai muito mais desses metais do que qualquer outro país e domina absolutamente a cadeia de processamento e fornecimento – apenas seis empresas estatais chinesas produziram 85% das terras raras refinadas do mundo em 2020.

O novo trem também será conduzido por inteligência artificial. Esse fato, dizem os especialistas, pode aumentar significativamente sua velocidade.

Enquanto a velocidade máxima da maioria das linhas subterrâneas domésticas é geralmente limitada a 80 km/h, um trem Maglev movido a IA de ímã permanente pode atingir uma velocidade 50% mais rápida.

Fontes: New Atlas e Interesting Engineering.

Você pode se interessar por

Deixe uma resposta

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00