...

Entra em funcionamento a maior central de energia renovável do mundo

por Blog do Canal

Os esforços para desenvolver a maior central de energia renovável do mundo avançaram na Índia, com a entrada em funcionamento de um parque solar de 551 MW em Khavda, Gujarat.

Os desenvolvedores Adani Green Energy Limited (AGEL) planejam instalar 30 GW de capacidade no local e fornecer eletricidade à rede até 2029. AGEL afirma que a usina em escala giga não terá “nenhum paralelo no setor de energia limpa do mundo”.

O parque solar de 551 MW da AGEL entrou em funcionamento 12 meses após o início dos trabalhos no local, que começaram com o desenvolvimento de infraestruturas básicas, incluindo estradas e conectividade, e a criação de um ecossistema social autossustentável.

A AGEL também transformou o terreno do Rann de Kutch num ambiente habitável para os seus 8.000 trabalhadores.

Com a região experimentando aproximadamente 2.060 kWh/m2 de alta irradiação solar, Khavda é considerada dotada de um dos melhores recursos solares da Índia. A área também experimenta velocidades de vento de cerca de 8 m por segundo.

Em comunicado, Gautam Adani, presidente do Grupo Adani, disse: “A Adani Green Energy está criando um dos mais extensos ecossistemas de energia renovável do mundo para energia solar e eólica. Através de projetos ousados e inovadores como a usina de energia renovável de Khavda, a AGEL continua a definir benchmarks globais mais elevados e reescrever os padrões mundiais de planejamento e execução para projetos de energia renovável em escala gigantesca. Este marco é uma validação do compromisso e do papel de liderança do Grupo Adani na aceleração da jornada equitativa de transição de energia limpa da Índia em direção às suas ambiciosas metas de 500 GW de capacidade de energia renovável até 2030 e neutralidade de carbono.”

Parque renovável Khavda em Gujarat, Índia – AGEL.

Distribuído por 726 km2, Khavda está sendo desenvolvido após um conjunto de estudos de cinco anos para avaliar a adequação do local, que é visto pela AGEL como “um modelo escalonável para parques de ER em escala giga em todo o mundo”.

A AGEL afirmou que pretende desenvolver cadeias de abastecimento indígenas e resilientes com uma quota significativamente maior de compras localizadas, e está a fornecer iniciativas de desenvolvimento comunitário em várias aldeias da região.

Fonte: The Engineer.

Você pode se interessar por

Deixe uma resposta

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00